18 de jul de 2010

O tempo de uma vida

O pai, que é professor, aguarda a filha na rodoviária. É noite e o ônibus está atrasado. Confere a hora no relógio do celular.

Um rapaz, aluno do semestre anterior, aproxima-se.

- E aí, professor; tudo tranqüilo?
- Beleza. O que você faz aqui? - Pergunta ao garoto.
- Estou esperando minha namorada.
- De onde ela vem?
- São Leopoldo.

É a vez dele perguntar.

- E o senhor, esperando quem?
- Minha filha.
- De onde ela vem?
- São Leopoldo.
- ...

O ônibus demora não mais que três ou quatro minutos até estacionar no terminal. O tempo de uma vida.

1 comentários:

mmelz disse...

mas que momento!