27 de jul de 2010

Jornalismo & literatura: interfaces

Outro evento que começamos neste primeiro semestre de 2010, desta vez ligado à pesquisa, diz respeito ao projeto A narrativa jornalística em sua intersecção com a literatura, coordenado por mim e pela professora Fabiana Piccinin, e que conta com a ajuda da bolsista Vanessa Kannenberg e dos voluntários Pedro Piccoli Garcia e Joel Hass.

A idéia é observarmos, por meio de uma parceria entre os departamentos de Comunicação e Letras da Unisc, as aproximações entre o jornalismo e a literatura sob três grandes perspectivas:

1 análise das narrativas que se enquadram nas categorias jornalismo diversional e interpretativo, como os livros-reportagem, as biografias de natureza jornalística e textos de revistas como a Piauí;

2 estudo das narrativas jornalísticas de caráter imagético, caso dos documentários, dos filmes e dos seriados de televisão;

3 em um perspectiva convergente, marcado por um perfil multiplataforma de sociedade em que os dispositivos, por meio da web, estabelecem cada vez mais diálogos entre seus pares, complexificando narrativas.

Os primeiros frutos deste projeto de pesquisa já começam a ser colhidos: em setembro, no Intercom de Caxias de Sul, apresentaremos no GP Gêneros Jornalísticos o paper Jornalismo diversional e jornalismo interpretativo: diferenças que estabelecem diferenças.

Neste, partimos do princípio que o atual momento evolutivo da sociedade, marcado por uma profunda imersão tecnológica, reconfigura o fazer jornalístico em suas mais diversas instâncias.

Esta reconfiguração se estabelece, de um lado, pela emergência de novas lógicas operacionais, enquanto que, de outro, por uma maior visibilização de categorias e gêneros que pareciam relegados a um segundo plano neste cenário. É o caso do jornalismo interpretativo e do diversional.

Quem coordenará o GP é José Marques de Melo.

Os trabalhos do Grupo de Pesquisa que tocamos na Unisc podem ser acompanhados pelo blog Jornalismo e Literatura: Interfaces e Intersecções.

O segundo movimento diz respeito à oferta, já para setembro, de uma disciplina junto ao mestrado de Letras da Unisc, chamada Narrativas midiáticas contemporãneas, onde pretendemos observar, em uma perspectiva de sala de aula, o que emerge da aproximação entre modelos narrativos que são próprios tanto do jornalismo quanto da literatura.

0 comentários: