14 de fev de 2008

Chiclete com Banana nas bancas

Lembro que, quando surgiu a Chiclete com Banana, hááááááááá muito tempo, eu saía de casa mais tarde, para a aula, só para pegar a nova edição da revista nas bancas. Digo isso para anunciar, com base em notícia do Uol, que o quarto volume da antologia Chiclete com Banana já está à venda. Diz a matéria: "Trata-se de uma compilação do trabalho que o quadrinista Angeli produziu para a revista que criou e editou entre 1985 e 1995. A antologia contará, no total, com 16 volumes. No fascículo em questão, estão histórias dos personagens Meia Oito, Bob Cuspe, Rê Bordosa e Los Tres Amigos - trabalho que Angeli desenvolveu com os quadrinistas Laerte e Glauco. A antologia "Chiclete com Banana Vol.4" (50 págs., R$ 7,90) é um lançamento da editora Devir".

12 de fev de 2008

A bruxa está solta no Planalto Central

A bruxa está solta no Planaldo Central. Segundo notícia do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, que chega por meio da newsletter do site O Jornalista, o Jornal de Brasília demitiu na terça, 12, 43 jornalistas. Limpeza, telemarketing, comercial e infra-estrutura tambpem demitiram. Ainda de acordo com a matéria do site do sindicato, "foi solicitada uma reunião com o novo proprietário do jornal, Marco Antonio Lombardi, para discutir os desdobramentos da crise. A Diretoria do Sindicato dos Jornalistas protesta contra a medida que restringe ainda mais o nível de emprego no Distrito Federal e exige cumprimento da legislação e da Convenção Coletiva de Trabalho. A empresa se compromete a pagar as verbas rescisórias, mas o Sindicato informa que o Departamento Jurídico está à disposição de todos os que se sentirem prejudicados no acerto de contas". Leia o texto na íntegra.

2 de fev de 2008

Praia é puro sofrimento



Moçada: para provar a tese de que praia é puro sofrimento, trouxe aqui algumas fotos que registram as, digamos assim, provações que tivemos de passar - eu, a Fabi e o (a) Pedro/Antônia - em Garopaba.
Na foto aí de cima, o tradicional "Camarão na Abóbora do Dê". Ou seria melhor escrever: "Camarão na Abóbora, do Dê"? Deixa pra lá. Na de baixo, duas "pescadas", segundo o dono da peixaria fisgadas na noite anterior.
As fotos são da Fabi.