16 de ago de 2009

O canto que canto

meu canto
é o canto que canto
quando sozinho estou.

é o delírio rouco da garganta
que o fio da faca ceifou.

o canto que canto
é mais susto que espanto:

faz pensar

onde me encontro
quando longe daqui estou,

cantando o canto que canta
a voz louca do anjo
que sou.

0 comentários: