11 de jun de 2009

Em algum lugar do passado

A foto registra a cobertura daquele que é considerado ainda hoje o maior seqüestro ocorrido no Rio Grande do Sul, e que tive a sorte de cobrir pela Zero Hora por três longos e estafantes meses, em 1994. Quem deu a notícia, em primeiro lugar, de que o garoto Marcelo da Rocha Alifantis havia desaparecido da casa onde morava, no Bairro Hércules, em Canoas, foi o jornal Diário de Canoas, local. A Zero e os demais veículos entraram na cobertura logo em seguida. Do garoto, creio que com 13 anos à época, sabe-se até hoje, com certeza, que um dia ele saiu de casa e não mais voltou. A foto, de Antônio Pacheco, registra o momento em que estou entrevistando Anastácios Alifantis, pai de Marcelo, em um dos raros momentos que ele saía de casa para dar entrevista aos repórteres que faziam plantão diante de sua casa.

2 comentários:

Caroline Scortegagna disse...

Que bacana... me enchi de orgulho agora e chamei meus novos colegas.. disse: meu profe!

Luciana disse...

Olá,

Não teve nenhum movimento este caso?

Procurei pela web e não achei nada...apenas o ocorrido...fui vizinha da família nesta época.