4 de dez de 2009

A escola de jornalismo

A sugestão de leitura da semana vai para o livro "A escola de jornalismo - a opinião pública", de Joseph Pulitzer (Insular, 2009), cuja leitura acabei há pouco.

O texto é importante, em primeiro lugar, porque é a primeira vez que é traduzido para o vernáculo, mas também porque representa uma vigorosa defesa do ensino superior em jornalismo a partir de ninguém menos que Joseph Pulitzer. Trata, portanto, de formação em jornalismo, o que o torna ainda mais indispensável.

Contextualizando: a pedido do editor da The North American Review, Pulitzer escreve um artigo em defesa da Escola de Jornalismo da Universidade de Colúmbia, que ajudara a criar por meio de uma generosa quantia em dinheiro. Isso em resposta às críticas que a mesma vinha sofrendo. Ao fazê-lo, acabou por estabelecer as grandes diretrizes do jornalismo moderno.

Mais que isso, só lendo o livro.

A edição, bilíngüe, é o terceiro volume da série "Jornalismo a rigor", dirigida por Eduardo Meditsch, parceria entre a Insular e o Programa de Pós-graduação em Jornalismo da UFSC.

A tradução, competente, fica por conta dos irmãos Eduardo e Jorge Meditsch.

0 comentários: