2 de out de 2009

Dá trabalho, mas também prazer

Apesar de exigir um esforço danado (a gente não pára nunca!), ser professor é um algo de tão bom, em especial no que diz respeito à sua relação com os alunos.

Uma vez em sala de aula, por exemplo, batalhamos muito, alunos e professores, para construir nossos caminhos por meio do ambiente acadêmico, o que nem sempre é fácil e o que usualmente exige alguma dose de sacrifício.

O que não significa, evidentemente, que não haja momentos descontraídos.

A foto aí de cima que o diga: foi "tirada" durante um churrasco festivo (gaúcho é complicado; tudo acaba em carne assada...) que realizamos após uma aula, digamos assim, diferente.

Nela, na aula, produzimos algumas fotos para o próximo Unicom, jornal-laboratório que trabalhamos na disciplina de Produção em Mídia Impressa na Unisc, onde também leciono.

Sobre o quê? É segredo ainda.

Mas o fato é que o churrasco estava tri bom e aparecem, na foto, da esquerda para a direita (e de pé), Álvaro Neuwald, eu, Tatiane Lawisch, Maria Clara dos Reis, Aline Santos, Ana Paula de Andrade e Tiago Garcia. Mais à frente, Luana Rodrigues, Larissa Gricuc da Costa, We sley Braga Soares e Nairo Luiz Orlandi, o assador.

A foto é da Emanuelle Dal-Ri, nossa supermegahipereditora.

3 comentários:

Lua Rodrigues disse...

Só a Larissa com o copo na mão! Hehehe. Os outros esconderam direitinho, né?
To super curiosa pra ver o Unicom diagramado!! E pra conferir também o resultado "dela", né? Afinal, depois da super produção e do frio daquele dia, acabei sem voz e com gripe!!
Abraço!
:-)

Tatiane Lawisch disse...

Bah, olhando essa foto vejo que de longe, meu cabelo amparado com bombril ficou legal.... hehehe
Sé pra ser retrô, que seja por inteiro, não é mesmo? Aliás, professor seu traje estava D+
hehe
Abraço!
Tati

Guilherme Póvoas disse...

Turma boa! No Rio, tudo acaba em churrasco também - mas na grelha. Não é a mesma coisa. Nem os professores, salvo Muniz Sodré, o baiano.