7 de set de 2010

Um intercom particularmente produtivo

A Intercom deste ano, encerrada ontem, em Caxias do Sul, foi proveitosa em muitos sentidos.

A começar pelo fato que um encontro dessa magnetude representar uma excelente oportunidade de encontrarmos os amigos e colegas, além de realizarmos as costuras necessárias aos projetos/planos que estão por vir (falarei disso à medida que as proposições estiverem consolidadas).


Mas também para dar ampliar as discussões em andamento.

É o que ocorreu, por exemplo, ontem (segunda, 6), seja na mesa que coordenei pela manhã (Ensino e aprendizado dos gêneros jornalísticos), ou por meio das mesas que integrei, à tarde, como expositor (Do jornalismo diversional ao humanizado: múltiplas perspectivas, coordenada por José Marques de Melo, no GT Gêneros Jornalísticos) ou coordenador (Metamorfoses jornalísticas).

As discussões pela manhã foram muito interessantes, e chamaram atenção principalmente para a relevância de pensarmos a questões dos gêneros jornalísticos em uma perspectiva didática, de sala de aula.

Às 14 horas, expus o paper "Jornalismo diversional e jornalismo interpretativo: diferenças que estabelecem diferenças". Trata-se da primeira produção do grupo de pesquisa coordenado por mim e pela professora Fabiana Piccinin na Unisc, e integrado pelos alunos-pesquisadores Vanessa Kannenberg, Pedro Garcia e Joel Haas.

O trabalho observa a emergência dos gêneros diversional e interpretativo em um determinário cenário da sociedade como forma de fortalecimento da identidade dos dispositivos jornalísticos.

Acesse o texto em PDF por aqui.

Quanto à mesa que coordenei  - metamorfoses jornalísticas, às 16 horas - estivemos eu, Carlos d'Andréa e Fernando Firmino - discutindo por quase duas horas os novos cenários jornalísticos-comunicacionais, mais especificamente o wikijornalismo, o jornalismo móvel e o jornalismo midiatizado, e suas complexificações.

O registro abaixo foi feito por @herdeirodocaos.


E, falando em Metamorfoses Jornalísticas, lançamos na Intercom, sábado à noite (5), Fernando Firmino e eu, o livro Metamorfoses Jornalísticas 2: a Reconfiguração da Forma (Edunisc, 2009).

A foto, acho que do Firmino, dá uma dimensão de quão bacana foi o evento.


Ou seja, um Intercom particularmente produtivo.

0 comentários: