10 de abr de 2011

Sobre os 1º EGEJ e 1º FSPJ

No sábado à noite, por volta das 20 horas, depois que os últimos congressistas foram embora, preparei um cachimbo (sim, eu fumo cachimbo) com o cuidado de uma primeira vez, sentei-me nos bancos que existem sob os ingás defronte ao bloco 15 da Unisc, onde trabalho, e lancei sem pressa a fumaça do tabaco em direção às estrelas da noite azul de Santa Cruz do Sul.

Encerrava-se, naquele momento, uma jornada que havia se iniciado ainda no ano passado, no encontro da Intercom de Caxias do Sul, e que havia sido particularmente intensa desde o dia anterior, quando da abertura dos trabalhos dos 1º Encontro Gaúcho de Ensino de Jornalismo (1º EGEJ) e 1º Fórum Sul-brasileiro de Professores de Jornalismo (1º FSPJ). Um encontro de 150 professores e alunos de jornalismo, representando IES dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que se reuniram na Unisc, para, juntos, discutirem o jornalismo em seus aspectos ensino, pesquisa e extensão.

Explico: é que, ainda no ano passado, na Serra gaúcha, em reunião com o presidente e a vice do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ), Sérgio Gadini e Mirna Tonus, comprometi-me, na condição de subcoordenador do Curso de Comunicação da Unisc e vice-diretor editorial e de comunicação do FNPJ, a realizar, pela primeira vez, uma edição regional do Fórum no Rio Grande do Sul. Desse encontro, e das conversas posteriores, nasceu a convicção que deveríamos utilizar o momento seminal para aglutinar os três estados do Sul, o que também não havia ocorrido ainda. E assim foi feito, marcando, dessa forma, também um novo período do Curso de Comunicação da Unisc, focado em grandes eventos (os próximos serão o Colóquio das Agências de Comunicação, para 2012, e o Intercom Regional de 2013).

Não foi pouco o trabalho, e o volume de preocupações, que se se sucederam desde então. O apoio dos companheiros do FNPJ, aos quais agradeço publicamente por aqui, foi fundamental nesse processo, bem como da Unisc, que, por meio do reitor Vilmar Thomé, a quem igualmente agradeço, não apenas avalizou a realização dos 1º EGEJ e 1º FSPJ como deu condições para que os mesmos se realizassem a contento.

É relativamente fácil imaginar o que significaram esses meses todos: imagine-se, caro leitor, cara leitora, organizando um congresso da dimensão de três estados pela primeira vez com pouco mais que a vontade de fazê-lo. A etapa mais tranqüila, e aqui a experiência dos colegas de FNPJ foi fundamental, disse respeito a estatutos, regulamentos etc, haja vista que todos foram muito generosos na transferência dos conhecimentos adquiridos em eventos semelhantes realizados ao longo do Brasil em anos anteriores. O resto foi trabalho braçal e vontade.

Tarefa difícil, sem dúvida, mas também extremamente prazerosa, à medida, ao passo em que as tarefas se acumulavam, forças se uniam em torno da proposta maior, a quem agradeço nominalmente a partir desse momento.

O primeiro agradecimento vai para as colegas de gestão, Mônica Pons, Ângela Felippi e Fabiana Piccinin, respectivamente chefe e sub de Departamento e coordenadora do Curso de Comunicação. Mais que dividirem comigo a organização local do evento, como disse na fala de abertura dos eventos, dia 8, sem a ajuda delas nada disso teria sido possível.

Um obrigado muito particular, também, ainda no âmbito da Unisc, aos coordenadores das agências experimentais de Comunicação: Yhevelin Guerin e equipe, da agência de PP; Mônica Pons e equipe, da agência de RP; Stéfanie Carlon e equipe, da Agência de PMA; e, finalmente, a Hélio Edges e equipe, da agência de Jornalismo. Todos fundamentais para a realização dos trabalhos.

O outro agradecimento vai para os professores, mais que colegas, amigos, que aceitaram o desafio de coordenar os seis Grupos de Trabalho (GTs) dos 1º EGEJ e 1º FSPJ. Falo de Sandra de Deus, da Ufgrs, responsável pelo GT Atividades de Extensão; de Sérgio Gadini, da UEPG, do GT Ensino de Ética e Teorias do Jornalismo; de Marcos Santuário, da Feevale, do GT Pesquisa na Graduação; de Cárlida Emerin, da UFSC, do GT Produção Laboratorial: Eletrônicos; e de Edelberto Behs, da Unisinos, coordenador do GT Projetos Pedagógicos e Metodologias de Pesquisa. (O sexto GT, Produção Laboratorial: impressos, ficou aos meus cuidados). A todos vocês, meu mais profundo reconhecimento.

Também se faz necessário agradecer aos professores Christa Berger e Antônio Hohlfeldt, pelo brilhante painel de abertura, ainda na sexta, 8. Todos aprendemos muito, uma vez mais, com eles.

E à equipe receptiva, que não apenas acreditou na proposta como fez ela acontecer, e bem, por meio de seu trabalho. São eles:

Lucas Adolfo Baumhardt, Emilin Grings Silva, Rafaela Medeiros, Carine da Silva, Joana Fernanda Scherer, Leticia Pereira, Ana Flávia Hantt, Berenice Bohnen, Pedro Garcia, Carina Martins, Ana Gabriela Vaz, Lisane Marques, Vanessa Kannenberg, Letícia Petry, Débora Paz Menezes, Sabrina Heming, Vanessa Oliveira,Renan Silva da Silva, João Cléber Caramez, Luciana Bastos, Letícia Lorensini, Luísa Ziemann, Giuliane da Silva, Cauana Rubert, Bianca Cardoso Batista, Larissa Almeida, Viviane Moura, Vanessa Schuler, Juliana Spilimbergo,Thamires Waechter, Larissa Assis, Tamara Freitas, Francisca Macedo, Daniela Lemes,Lucas Ferreira, Camila Barbosa, Andréia Bueno, Gabriel Tassinar, Letícia Pereira, Marcellus Vinicius, Luana Backes e Luis Habekost, Francine Weis e Vanessa Britto.

Um último agradecimento, por fim, a cada um dos alunos e professores das 24 IES presentes nos 1º EGEJ e 1º FSPJ que deixaram suas casas e trabalhos e que, não raro, viajaram 10, 12, 14 horas para estarem entre nós. Todos eles docentes e alunos da Feevale, Unochapecó, Ufrgs, Unisc, UFSM, Univates, UEPG, Ielusc, Unifra, UFSC, ESPM, IPA, Universidade do Tocantins, UDC, Unisinos, Unicruz, UCS, PUC-PR, Unisul, Ulbra, IERGS, Unoesc, Esade, Uniarp e UFPel.

A todos vocês, e a quem não citei aqui, uma vez mais, meu muito obrigado. Aos poucos vou contanto como tudo isso se deu.

4 comentários:

Gerson Luiz Martins disse...

Demétrio! Parabéns. Sempre acreditei no teu trabalho e na tua capacidade de organizar um primeiro Encontro de Professores de Jornalismo no Rio Grande do Sul. Desde que organizamos o FNPJ nunca havíamos realizado um encontro no estado, mesmo com a parceria de valoros companheiros locais. Foi necessário tua habilidade para convocar e realizar um Encontro que é histórico no FNPJ.
Um grande abraço.

Demétrio de Azeredo Soster disse...

Muito obrigado, meu amigo; agradeço-lhe, igualmente, o incentivo e a parceria! Grande e fraternal abraço.

Jaqueline de Lara Gomes disse...

Digo que quem não foi perdeu uma grande oportunidade de aprendizado, de conhecer gente bacana, de se deixar instigar pela pesquisa... foi muito bom! A abertura na noite de sexta, então, foi de arrepiar! Parabéns pela organização, parabéns à equipe que fez o evento acontecer!!!

Demétrio de Azeredo Soster disse...

Estamos todos de parabéns, Jaque; sem dúvida um grande momento para o jornalismo, em suas mais diversas formas, e para o Curso de Comunicação da Unisc como um todo.