11 de mai de 2011

Um talento chamado Killy Freitas

Meu virtuoso amigo Killy Freitas, de quem ainda muito ouviremos falar, andar abusando talento, sensibilidade e competência.

Na semana passada (sexta, 6/5) lançou, com muita propriedade e vigor, seu primeiro CD, o D´Alma, instrumental.

Na Livraria Cultura do Bourbon Country, em Porto Alegre.

Eu e Verônica estivemos lá.

O trânsito infernal da BR 116 e da Nilo Peçanha quaaaaaaaaaaaaaaaaaaaase nos fizeram perder o pocket show que antecedeu os autógrafos, mas chegamos em tempo de curtir Villa Lobos em cordas by Killy e abraçar esse nosso amigo querido.

Eu, Killy Freitas e Verônica
Agora Killy convida para o lançamento de D'Alma na Fundação Ecarta, de cujo edital ele foi um dos oito selecionados.

Será dia 14, sábado, às 18 horas.

Estará acompanhado pelo tecladista, violoncelista e acordeonista Jairo Padilha.

A Ecarta fica na Avenida João Pessoa, 943. O telefone é (51) 4009.2970


Sobre Killy Freitas

Guitarrista, violonista e compositor, é professor de música, guitarra e violão há 20 anos. Participou de vários CDs, como Dança do Tempo, do músico Renato Sperb (MPB/Rock); O Primeiro Festival de Música Instrumental do R.S( Jazz/ Rock ) ; e Olhos na Pista, da banda Íris Ativa (Pop/Rock); e no musical Enquanto os Anjos tomam Coca-cola, dirigido pelos premiados artistas Camilo de Lélis e Lígia Riggo.

Foi integrante da Orquestra Profana de Porto Alegre, que interpretava partituras originais de música erudita usando exclusivamente guitarras elétricas e sintetizadores. Participação no espetáculo Viagem a Lorca, apresentado em duas temporadas, com grande sucesso em Santa Cruz do Sul. Com direção de Simone Bencke, da Cia de Teatro Camarim. Recentemente fez shows e participações pela Espanha e Chile.

0 comentários: