8 de abr de 2010

Letra impressa

Os ensaios contidos em Letra impressa: comunicação, cultura e sociedade (Sulina, 2009), organizado por Eduardo Granja Coutinho e Márcio Souza Gonçalves, estão agrupados em dois eixos temáticos.


No primeiro - História, comunicação e impresso - são articuladas as áreas da comunicação e da história.

O segundo eixo - Impresso, cultura e subjketividade - observa a relação homens e textos em uma perspectiva de produção de efeitos midiáticos.

Juntas, nas palavras dos organizadores, as entradas propõem uma reflexão acerca da relevância e dos impactos socioculturais que se estabelecem a partir da cultura da palavra escrita, seja ela na forma de átomos ou dígitos.

Na palavras de Muniz Sodré, autor do posfácio, a busca é por "(...) respostas para aspectos ainda indeterminados do transe de passagem da velha e estável cultura das letras para a aparente fugacidade dos bytes nas novas tecnologias da informação e do texto".

Escrevem no livro Eduardo Granja Coutinho, Márcio Souza Gonçalves, Roger Chartier, José Manuel Rebelo, Tania Maria T. B. da Cruz Ferreira, Marisa Midori Deaecto, Ana Paula G. Ribeiro, Igor Sacramento, Marco Roxo, Maria Augusta Babo, Nízia Villaça, Henri-Pierre Jeudy, José Luiz Aidar Prado, Paulo Vaz, Aníbal Bragança e Gabriela Mello

1 comentários:

Guilherme Póvoas disse...

Interessante! Mas agora dá uma lida neste post que explica um projeto que estou metido por aqui. Queria a tua opinião. Abraço! http://guilhermepovoas.blogspot.com/2010/04/do-acreditar-ou-por-que-continuo.html