2 de abr de 2010

Jornalismo midiatizado no Ciseco

O site do Centro Internacional de Semiótica e Comunicação (Ciseco) acaba de publicar o artigo Auto-referência e co-referência nas páginas do jornal Folha de S.Paulo, de minha lavra, defendido originalmente no 7º SBPJor, em novembro do ano passado.


O texto observa algumas das complexificações que os dispositivos jornalísticos sofrem quando, ao se estabelecerem como vetores de midiatização, são afetados pela processualidade desta, midiatizando-se.

A análise se realiza por meio da identificação das marcas de auto-referência e co-referência, características do jornalismo midiatizado, encontradas em 372 páginas do jornal Folha de S.Paulo entre os dias 10 e 16 de maio de 2009.

Conclui que, quando jornalismo se midiatiza, suas operações voltam-se, em grande escala, a) para o interior do próprio sistema em que se insere e b) para os demais dispositivos que compõem o sistema midiático-comunicacional.

Instauram-se, assim, novas lógicas operacionais, o que requer gramáticas de reconhecimento diferenciadas.

1 comentários:

Diego disse...

belo blog.
bastante informativo
parabéns professor!
abraço!

Diego Tafarel