8 de abr de 2010

Guerras burras, gestos idem

A imbecilidade humana não tem limites, em especial em situações de guerra.

Que o digam as imagens veiculadas abaixo, que retratam a morte do fotógrafo da Reuters Namir Noor-Eldeen, de 22 anos, e seu assistente e motorista, Saeed Chmagh, de 40.

Deles e de mais dez outras pessoas, diga-se.

Todos assassinados no Iraque, pelos norte-americanos.

O vídeo, reproduzindo a mira da metralhadora de um helicóptero em ação no dia 12 de julho de 2007, foi amplamente visto no mundo todo desde que foi colocado na Internet, na segunda-feira, pelo grupo WikiLeaks, especializado em divulgar casos de corrupção governamental e empresarial.

Veja a matérial do UOL por aqui.

0 comentários: