13 de nov de 2009

O fim dos meios massivos

A sugestão de leitura da semana chega por meio de Marcos Palacios, via twitter (@palacios49).

Trata-se de uma resenha assinada por Damián Fraticelli com base no livro "El fin de los medios masivos: el comienzo de un debate", de Mario Carlón e Carlos Scolari (CRUJIA, 2009). O texto foi veiculado no site Portal de La Comunicación.

O que está em pauta, aqui, é a crise dos meios de comunicação social (que eles ainda chamam de comunicação de massa) a partir do momento em que a internet se estabelece no cenario midiático-comunicacional.

Chama atenção o fato que os autores anunciam, no livro, uma espécie de mudança de forma no cenário, em que um modelo há pouco assentado em uma perspectiva massiva (um para muitos) dá lugar a um sistema de comunicação, ainda em formação.

Isso, de certa forma, converge para a discussão que temos proposto desde há algum tempo, ou seja, de que para se pensar em comunicação, particularmente no que ela tem de jornalística, é preciso refletir em termos de sistema.

Vou encomendar o livro. Assim que tiver lido, comento-o para além da resenha.

A ficha:

CARLÓN, Mario; SCOLARI, Carlos A.
El fin de los medios masivos: el comienzo de un debate
Buenos Aires: Crujía, 2009-267 páginas

0 comentários: