25 de jun de 2011

Um lugar feio chamado Noronha

Sabe Fernando de Noronha, aquele lugar pra lá de bacana que, se não fomos ainda  (meu caso), sonhamos em ir (idem), nem que pra isso tenhamos de parcelar a viagem em 722 vezes e atravessar o Brasil à mercê da vontade das companhias aéreas, o que pode demorar um bocado e sair bem caro?

Esse lugar, claro, existe, é repleto de golfinhos roteadores, tartarugas, praias exuberante; custa os olhos da cara (minha filha esteve lá no verão) e é exatamente da forma que consta naquele catálogo de viagens que você viu outro dia.


O que não sabíamos (pelo menos não eu) é que Noronha também é um lugar feio.

É o que mostra a webreportagem Noronha - o paraíso às avessas, de Ciara Carvalho (reportagem e Edição), mais Cláudio França (design), Fábio Jardelino (edição de video), Ricardo B. Labastier (foto) e Andréa Aguiar (versão Impressa), via Jornal do Commercio, de Pernambuco.

Finalmente uma matéria jornalísticamente interessante sobre o tema.

O vídeo abaixo contextualiza um pouco do que estou dizendo.

0 comentários: