19 de mar de 2009

Ainda sobre o Fiúza

O Guilherme Fiúza, by Época e Meu nome não é Johny, esteve na Unisc no início da semana - segunda-feira - para a abertura dos trabalhos letivos neste primeiro semestre de 2009. Apanhei o rapaz no aeroporto por volta da meia-noite e, às 2 horas da madrugada, estávamos em Santa Cruz do Sul. Às 3h30 Pedro teve febre e às 8 horas eu precisei estar animado para a aula de Introdução à Comunicação. Meus alunos são uns santos, pois seguraram a onda.
Mas, voltando ao Fiúza, foi bem bacana a estada do moço. À tarde, oficina com a moçada que se ligou e conseguiu inscrição. À noite, palestra. Auditório lotado. Pena que a moçada ainda não tenha entendido que também se aprende a preguntar; e que é preciso, portando, exercitar também esta técnica. Mas este é outro papo.

2 comentários:

Guilherme Póvoas disse...

Grande Fiúza! O colega prometeu algum novo livro?

Demétrio de Azeredo Soster disse...

Não. Na verdade, disse que estava a fim de dar um tempo nos livros.